quinta-feira, 19 de abril de 2012

Crônica: O internauta e o autista.


Conectados?

Será?
Tenho minhas dúvidas.
Nunca vi uma geração tão desconectada, tão desplugada! Infelizes, frios e alienados.
Desconectados de suas obrigações, desconectados dos seus filhos, da natureza, desplugadoss de suas relações pessoais e interpessoais, enfim. Desconectados da vida, da troca, do toque.
Blogueiros, Twiteiros e facebookeanos, na disputa de quem sabe mais, gastam sua vida curta como um sopro em debates políticos, religiosos e futebolísticos na disputa de quem sabe mais, quem é o melhor, quem ganha.
Jovens cada vez mais jovens com seus celulares de última geração já twittando nas primeiras aulas, falando sobre toda sorte de porcaria.
Mulheres expondo suas frustrações, sexuais, emocionais, espirituais e toda sorte de “ais” em suas “time-lines”, para que isso atraia pessoas para consolá-las, com dó ou com intenção de fazer alguma coisa para ajudá-la.
Estão todos procurando ajuda, qualquer tipo de ajuda, mas desde que para isso não se faça necessário sair da frente do computador.
Outros para justificarem o vício incontrolável dizem tratar-se de uma missão: “Falar ao mundo do amor de Deus!” Tolinhos...
 Concordo que a internet é um veículo formidável para disseminar coisas, e vejo que disseminam todo tipo de coisa,  fazem isso muito bem.
E eu me pergunto: e VIVER JESUS? Como mostrar Ele para sua família? Para seus vizinhos presos à mesa do computador? E como mostrar Ele para os necessitados de verdade munidos de cobertor e pão? Como mostrar Ele aos que estão perdidos nas bebidas, nas drogas e na prostituição? Por e-mail?
Quem você espera encontrar nas esquinas e nas praças para anunciar o grande banquete do Senhor, para oferecer o Cristo que você diz fazer morada em você? Internautas? (Lucas 14.15-23), aproveita e dá uma lida nos três versículos anteriores.
Para tudo! Isso também é morrer, é uma desculpa para não viver, não exercitar a caridade, não se exercitar! Para não dormir, desculpa para não trabalhar de forma produtiva, para não se relacionar de verdade de fato e com o tato nas pessoas.
Muitos se tornaram E.Ts do planeta Net.
Os relacionamentos? Transformaram-se em conversas secretas inbox,ou por direct message. Um batalhão de gente procurando o amor.
Ninguém mandou gastar uma vida inteira procurando amor, muito menos pela net, a ordem é para que amemos a Deus ao próximo e anunciemos a boas novas do Evangelho de Jesus Cristo.

A solidão bate a porta de todos, mas ela não pode nos aprisionar, nos manter cativos no virtual a procura desesperada de um namorado (a), de um marido (esposa), de sexo, amante ou amigos. Seus amigos estão ao seu redor: mãe, irmãos, filhos, vizinhos e ao seu redor principalmente está o maior de todos os amigos, o Espírito Santo como pessoa para te tocar e trocar com você.

Para ser bem sincera eu me incomodo com clãs, grupos e tribos de todos os gostos. Isso me irrita demais! Gastam seu tempo anunciando Jesus como quem comercializa bananas ou peixe na feira, ou tentando impor sua visão religiosa de qualquer tipo como se isso fosse capaz de levar alguém para o céu ou ao inferno; como se isso pudesse trazer paz ou tudo aquilo que tanto procuram e que na maioria das vezes nem sabem o que tanto procuram na internet. Detesto, sinto vontade de vomitar.

Vejo pessoas que são incapazes de praticar a metade do que dizem fazer , que espalham e compartilham seus feitos corretos e dignos de louvor na internet, não acredito neles e sabe por quê? Porque não dá tempo, estão conectados tempo demais, debatendo demais, procurando preencher seu tempo com algo que nem sabem o que é. Caçando, assuntos, debates ou ovelhas na internet.
Meus queridos, os necessitados
 não têm nem pão quem dirá computador!
pense com carinho
Tire algumas horas para se atualizar, se conectar, mas não faça disso tudo na sua vida, ainda há: o teatro, a dança, a música, a praça, o piquenique, o céu azul, as estrelas a noite, o cinema, o sofá, a pipoca, a natureza, os pássaros; os filhos para coversar, o marido para namorar, o jantar para preparar! Dá tempo de trabalhar e ainda gastá-lo com projetos importantes nesta tão preciosa e curta vida: a sua vida, família, almas, realização profissional, enfim... Vida de verdade.

Viva de verdade!

5 comentários:

Márcio de Souza disse...

Super relevante! Parabéns!!!!!!!!!!

***Adriana Rocha*** disse...

Super legal que gostou pastor Márcio rs

marciagrega disse...

Fantástico!
Concordo com cada linha que escrevestes!
Sabias palavras de quem tem Deus no coração e não somente na língua!!!

Beijão amada!

***Adriana Rocha*** disse...

Marcinha! Flor do jardim do Pai.Que maravilha de visita inesperada amiga, fico feliz por ter gostado.A vida é simples assim...

***Lucy*** Fruto do Espírito disse...

Adriana querida, realmente seu texto está belíssimo. Mais o Claudio é suspeito para comentar, ele está comprometido demais pelo que o une a você.
Achei linda as declarações de amor, reconhecer e expressar este belo e imcomparável sentimento só pode vir de um coração que conhece verdadeiramente o Senhor Jesus.

Te espero no meu cantinho.
Se gostar, ficarei feliz se o casal fizesse parte do mesmo.

Em Cristo,

***Lucy***

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons