quinta-feira, 14 de abril de 2011

Você odeia os seus pecados?






Eu não odeio o pecado!
Deles eu me arrependo.
Eu não me envergonho dos meus pecados.
Deles eu me arrependo.
Eu não escondo os meus pecados.
Deles eu me arrependo.
Eu não posso lutar contra meus pecados.
Deles eu me arrependo.
Até gostei de ter cometido alguns pecados.
Deles também me arrependo.
Eu não odeio o mundo, é quase tudo tão lindo!
Disso não posso me arrepender.
Eu poderia ter feito Jesus apanhar menos, mas não pude por causa do pecado.
Isto é pelo que mais me arrependo.
Perdoa-me Jesus, orgulho-me de servir Alguém que venceu o pecado.
E eu, arrependida, fui atraída pelo Seu amor.

7 comentários:

anna.evangelista disse...

Querida Irmã
Que mensagem LINDA!
Tudo é verdade.
Na Palavra de Deus esta escrito: Que aquele que confessa seu pecado se arrepende e deixa é digno de Misericordia."
Deus é Maravilhoso.
Que Deus continue te abençoando mais e mais e lhe dando sabedoria para cada dia nos abençoar com suas mensagens de fé e animo.
Abraços

Ana Ferreira
Manaus/Amazonas

anna.evangelista disse...

Querida Irmã
Que mensagem LINDA!
Tudo é verdade.
Na Palavra de Deus esta escrito: Que aquele que confessa seu pecado se arrepende e deixa é digno de Misericordia."
Deus é Maravilhoso.
Que Deus continue te abençoando mais e mais e lhe dando sabedoria para cada dia nos abençoar com suas mensagens de fé e animo.
Abraços

Ana Ferreira
Manaus/Amazonas

Gresder Sil disse...

Eu também não odeio meus pecados, pois eles são partes integrantes do que sou. Queria que não fosse assim, mas é assim que é!

Seu blog esta chik em?!

***Adriana Rocha*** disse...

Chick é você passando por aqui... Tu sabe que gosto demais de você

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

"Eu não posso lutar contra meus pecados."

Também não posso vencer os meus nesta carne. Posso, porém, arrepender-me e descansar na graça de Deus.

RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ disse...

Em tempo!

Creio que ao invés das pessoas preocuparem-se tanto com o pecado, no sentido de não fazer isto ou aquilo, elas seriam mais felizes se pensassem no "andar em Espírito", permitindo que Deus cultive em nós o seu fruto que, exemplificativamente, é amor, paz, alegria, mansidão, temperança, longanimidade e domínio próprio, pois "contra estas coisas não há lei"!

Quando me ocupo em amar meu semelhante, a carne fica mais calma. Contudo, às vezes preciso abrir o olho pois, tem vezes que, quando penso que estou fazendo algo amor, o motivo pode ser carnal tipo orgulho, busca dos próprios interesses, exaltação própria, etc. Contudo, se pratico de verdade o amor, sei que Deus está me aperfeiçoando. Ainda assim não amo de maneira perfeita e até o fim desta vida nunca vou amar.

Paulinha disse...

Amiga ADRIANA,

Amei este ensaio..maravilhoso e verídico!!

A questão não é livrar-se dos pecados, pois estamos em teste de tentação à eles todos os dias das nossas vidas...onde o evitar nem sempre é possível....mas a questão é arrependermo-nos destes pecados.

É termos ciência de que erramos, mas fazermos deste erro um aprendizado. E fazermos de cada pecado, um início de recomeço.

Beijos e muita paz..

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons