quarta-feira, 7 de julho de 2010

Você merece mais lutas.

Obrigada Senhor, nunca achei que Lhe agradeceria pelas lutas, nunca acreditei que daria um Glória a Deus, por estar diante de mais luta.

Coloque-me diariamente de joelhos mesmo Pai, se preciso for mais baixo ainda, com minha fuça no chão, ponha-me no meu devido lugar: aos Teus pés, e quando eu nesta posição não me encontrar, não me deixe escapar, coloca em mim mais luta, para que eu não vacile e assim mais uma vez, o Senhor venha me colocar no meu devido lugar: baixo, de joelhos, com cara no pó em teus pés.
Quando eu me esquecer de te adorar, coloca em meus lábios o Seu louvor, é tudo Seu mesmo! Até o desejo de te adorar vem de Ti, angustia minha alma Senhor quando eu me esquecer de te adorar
Quando eu temer, ou me faltar à fé, permita-me afundar no mar como Pedro, não me deixe vacilar na confiança, na fé.
Porue eu sei que vou clamar e Tu estenderás Tuas mãos, para eu não morrer, me fará submergir, e em sua direção irei caminhar, ainda que o mar esteja bravio, e quando essa fé brotar, desse grão de mostarda, correrei em tua direção até que um dia eu possa voar em meio a temores, faz dessa terra estéril fértil, para que desse grão, possa crescer uma árvore forte frondosa e assim eu possa repousar de todas essas lutas que hoje o Senhor coloca sobre mim.
Sim! O Senhor coloca sobre mim! Não há nada em minha vida, não há nenhum episódio da minha história, que não tenha sido escrito por Ti, nem nos tempos passados, nem nos dias vindouros.
Obrigada pelas lutas Pai, valorizo cada momento da minha vida, fiquei tão debilitada e sozinha, cheguei tão baixo até que um dia falei: “A quem tenho além de Ti”?
Não deixe que venha me esquecer da minha história, e permita-me viver a história que escreveste pra mim. Conduzida pelo Teu Espírito, doa em quem doer mesmo que seja em mim, porque assim sempre estarei ciente de onde é o melhor lugar.
 Aos Teus pés.
Abala minha alma como fez com Davi quando destruíram Ziclague, abala minha estrutura quando eu me aparar em algum inimigo, só o Senhor sabe quem são! Eu não.
No mais sejas comigo, abençoa-me e mantenha-me aqui:  Aos Teus pés, tudo que Tu fazes é Bom.

1 comentários:

Gresder Sil disse...

Não tenho tal fé, não desejo tanta dependência como você, não experimento mais tantas adversidades, as coisas me são mais naturais, ou seja, não mais vivo a fé como vivia antes, e como você escreveu tão bela e poeticamente.

Mas um dia em senti como você, amei igual a você, e me esparramei como você se esparrama prostrada diante Dele.

Hoje meu modo de ver e crer mudou um pouco, assumi uma independência arriscada, sai da casa do pai, estou sozinho no mundo, mas não me esqueço das lições que tive nos seu braços, no seu cuidado e na sua proteção.

Tornei-me adulto, assumi os riscos, aprendi a resolver as coisas sozinho, mas nunca mais vou esquecer da fé de minha infância que me fez tanto bem a alma e me formou meu caráter forte e generoso assim como tem feito com você menina.

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons