quinta-feira, 22 de julho de 2010

Quando eu era menina...


Brincava, pecava e sonhava como menina agora sou mulher...




Penso que à medida que vamos vivendo a realização de velhos sonhos precisamos de novos para continuar, como combustível para ser feliz. Também acho que passamos tempo demais sonhando com bobagens e chorando cada vez que um não que vem da boca de Deus. Na maioria das vezes nem é um não definitivo, é um: ainda não Dele e seguimos chutando tudo, deprimidos e loucos, batendo pé como crianças que não deve comer doces antes do almoço eu mesma já fiz isso enumeras vezes, mas eu era menina eram outros os meus sonhos e meus erros: Quando era menina eu sonhava como menina hoje sou mulher e sonho como mulher, pecava como menina e hoje sem que nada eu por mim possa fazer para impedir; peco como mulher.




“Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado. Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço. E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa. De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.

Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.

Ora, se eu faço o que não quero já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.

Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo.

Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus; mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.

Miserável homem que eu sou! Quem me livrará do corpo desta morte?

Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado. “Romanos 7.14-25”



Pescador é pescador porque pesca, assim como caçador é caçador porque caça, sou pecadora porque peco, nasci, cresci e morrerei pecando, sou pecadora. Justificada, mas, pecadora.

A força que me move hoje já nem é mais deixar de pecar e sim me ocupar em falar Daquele que perdoou, pagou, morreu e ressuscitou por todos eles. Todos os créditos são Dele assim como; a honra e a glória também, porque nessa caminhada com Seu Santo Espírito, estamos protegidos de errar o alvo que é: Jesus, isso ai sim é pecado de morte! Daí sobra-me pouco tempo para fazer bobagens, também não tenho muito tempo para falar de erros, fui chamada para falar de acertos e é impossível acertar sem o alvo.

Sou como muitos que cometeram centenas de erros e aprenderam milhares de coisas a partir desses mesmos erros.

Quero olhar meu Alvo, caminhar em Tua direção e esperar ser alcançada pelos meus sonhos, meus sonhos são altos demais impossíveis para mim, não prendo apenas a eles, sonhos são para sonhar, o Alvo para acertar.

Também há uma força inacreditável dentro de em mim, tenho uma fé de causar inveja e uma paz incrível, sou realmente uma pessoa insuportável: “TUDO É POSSIVEL AQUELE QUE CRÊ" Então parto do principio que a benção do Senhor me segue e NÃO acrescenta dores, parei de correr estou apenas esperando ser alcançada. Enquanto... Isso, um sol maravilhoso de emocionar qualquer poeta, uma vontade de viver e não ter a vergonha de ser feliz, cantar a beleza e ser uma eterna aprendiz como dizia Gonzaguinha.



1 comentários:

Cláudio Nunes Horácio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Walgreens Printable Coupons